Voltar

Notícias e Eventos

Últimas entradas sobre a nossa atividade

14 junho 2019

Aneurisma da aorta abdominal


Aneurisma da aorta abdominal é uma dilatação anómala na porção abdominal da artéria aorta, em que o diâmetro ultrapassa os 3 cm ou atinge um diâmetro 50% superior ao normal.

A maioria dos doentes é assintomática, a sua principal complicação é a rutura, que pode provocar uma forte dor abdominal ou nas costas, pressão arterial baixa ou uma súbita perda de consciência. O sangramento para dentro da cavidade abdominal é muitas vezes fatal, requerendo esses casos cirurgia urgente.

Na ausência de sintomas, o diagnóstico desta patologia é muitas vezes um achado em exames realizados por outros motivos.

É recomendado o rastreio por ecografia abdominal, que deverá ser realizado à população com maior risco: homens com mais de 65 anos, fumadores ou ex-fumadores, com história de hipertensão arterial, colesterol elevado, doença cardiovascular e/ou casos de aneurisma da aorta abdominal na família.

Caso o médico considere a existência de risco de rutura do aneurisma (grandes diâmetros, características do aneurisma, taxa de crescimento), o tratamento deverá ser cirúrgico. Existem duas opções de tratamento disponíveis: cirurgia aberta ou colocação de uma prótese endovascular.

A cirurgia aberta consiste em retirar a zona da artéria enfraquecida e em risco de romper, substituindo-a por uma prótese vascular. Os resultados da cirurgia aberta são bons, duradouros, com um risco cirúrgico cada vez menor, graças aos desenvolvimentos da anestesia e cuidados intensivos pós-operatórios.

O desenvolvimento das próteses endovasculares, colocadas na aorta através das artérias femorais (por cateterismo), possibilitou o tratamento através de uma forma minimamente invasiva, sendo a única alternativa em doentes com maior risco cirúrgico. A melhoria destes dispositivos permite atualmente obter resultados duradouros e comparáveis à cirurgia aberta.

Atualmente a reparação endovascular é a técnica mais usada, no entanto, as duas técnicas apresentam vantagens e desvantagens, pelo que a indicação terapêutica deve ser adaptada à situação clínica específica de cada doente.

O aneurisma da aorta abdominal é uma doença grave, progressiva e silenciosa, sendo que a deteção e tratamento numa fase assintomática são fundamentais para reduzir a mortalidade associada à rutura, que pode ser superior a 50% dos casos.

Redigido por Dr. Luís Machado (OM50091), Especialista em Angiologia e Cirurgia Vascular no Trofa Saúde Hospital em Vila Real, Braga Sul e Alfena

Voltar

20 fevereiro 2021

As doenças do ouvido têm tratamento cirúrgico?

19 fevereiro 2021

Pé plano na criança: palmilhas e botas ortopédicas resolvem?

18 fevereiro 2021

Síndrome de Asperger em crianças: atual ou em desuso?